Monthly Archives: março 2009

" rel="bookmark">

" rel="bookmark">Ronaldinho é vaiado no Beira Rio

by | 03-31-2009

"> post-arrow

Ronaldinho Gaúcho, idolatrado por onde passa, foi vaiado dentro de sua própria cidade nesta terça-feira. A torcida presente no estádio Beira-Rio para acompanhar o treino da seleção brasileira pegou no pé do jogador do Milan. Os apupos esconderam os raros momentos de apoio ao craque. O fato de ele ter nascido no Rio Grande do Sul pouco importou para os torcedores. Pesou mais o passado dele como jogador do Grêmio. E vale tanto para colorados quanto para gremistas. A torcida do Inter, em grande maioria no estádio, teve o primeiro contato com o craque desde a final do Mundial de . . . . . .

" rel="bookmark">

" rel="bookmark">Tarso não resiste a tensão e surta

by | 03-31-2009

"> post-arrow

Situações de estresse são um perigo para Tarso.  Cada vez mais fragilizado, o rapaz não sabe como lidar com emoções fortes e, de repente, se vê a ponto de perder o controle. O velório de Raul é um desses momentos. O contato com a morte mexe com ele e o deixa inseguro. Tarso confessa seu medo: “Qualquer coisa pode acontecer a qualquer hora com as pessoas”. O ar pesado da capela, o olhar soturno das pessoas, a visão do caixão e a ideia de que, dentro dele, está o tio morto, provocam em Tarso uma sensação insuportável de claustrofobia. Mas, . . . . . .

Cadore quer abrir caixão do filho

by | 03-31-2009

post-arrow

Cadore chega ao velório de Raul desesperado com a perda do filho. Ele estranha que o caixão esteja fechado e exije que o abram: “Eu quero ver o Raul! Abram!” Silvia diz que o último pedido do marido foi que não abrissem o caixão e isso será respeitado. O pai não se conforma: “Não tenho direito de ver meu filho pela última vez? Se ele não queria que ninguém o visse, saiam todos daqui! Abram esse caixão e me deixem sozinho com ele!”   Yvone fica tensa. Será que vão atender ao pedido de Cadore? Ela se aproxima de Castanho . . . . . .